Começo de ano, desafios de budget na mesa, é hora de começar a executar o planejamento, certo?

Se você está pensando em contratar uma Consultoria para te suportar neste desafio, mas ainda não sente segurança, temos algumas dicas que podem te ajudar a esclarecer as dúvidas e fechar a melhor parceria.

Às vezes é necessária uma visão externa para dar segurança sobre os caminhos escolhidos ou pode ser que você não tenha os recursos disponíveis “em casa” e a ajuda de uma Consultoria pode ser muito valiosa.

Sim, estamos advogando em causa própria!

Nós, que somos uma Consultoria, poderíamos dizer que o processo de contratação é trivial, que não há desafios. Mas sabemos que eles existem. Temos uma imensa preocupação tanto com a qualidade do trabalho que entregamos e satisfação dos nossos clientes, quanto com o processo de briefing, alinhamento de expectativas e esclarecimento dos entregáveis desde a contratação.

No final de 2018, contratamos um instituto de pesquisa e realizamos um estudo, entrevistando mais de 30 clientes, visando ao aprimoramento dos nossos serviços.

A pesquisa nos fez aprofundar mais sobre as dúvidas que os clientes possuem, suas angústias, dificuldades para comparar preços, conteúdo das propostas, entre outros aspectos.

Enxergamos que a contratação de uma Consultoria se dá fundamentalmente de duas formas:

A primeira é quando a companhia ou o executivo precisam aprofundar conhecimento ou necessitam de um conhecimento técnico específico. Por isso, contratam a Consultoria para ampliar o leque de visão e para propor um plano de ação para os problemas e dores apresentados.

A segunda, e cada vez mais comum, é quando precisam de mão de obra. Cada vez mais as empresas possuem equipes extremamente enxutas. Quando surge um projeto complementar, necessitam de uma equipe externa para conceber, planejar e até mesmo executar. Em função disso, o trabalho de uma Consultoria pode ser a solução.

O que levar em consideração para a contratação de uma Consultoria?  Aqui estão algumas dicas que observamos ao longo desses anos de trabalho, comprovadas com a pesquisa:

  1. As indicações se destacam, mas não são mais importantes que o histórico profissional e a capacidade técnica dos consultores;
  2. O relacionamento interpessoal e empatia também contam muito, sobretudo porque a Consultoria faz uma imersão nos negócios da empresa contratante, necessitando muitas vezes entrar em assuntos e decisões delicadas;
  3. É necessário também que o investimento faça sentido e se transforme em ação e legado concretos;
  4. Serviço é intangível e é preciso alinhar as expectativas.  Pergunte, informe-se, tire todas as dúvidas até ficar confortável com a contratação.

Se para atingir sua meta este ano você precisa de novas estratégias de crescimento,que tal bater um papo com a gente?

Alexandra Jakob
Sócia Consultora

Marise Araújo
Sócia ConsultoraMarise Araújo