Início de ano é tempo de encarar metas ambiciosas e desafiadoras. Para isso, é preciso perseguir oportunidades relevantes, surfar as ondas certas. Mas entre tantas tendências que se apresentam por aí, como escolher as mais adequadas e promissoras para seu negócio?

Não é novidade para ninguém que o consumidor de hoje, culturalmente cercado pela revolução digital, exige facilidade, rapidez e conveniência em tudo. Isso pode ser entregue através de mecanismos tecnológicos sofisticados – a Euromonitor realizou em 2018 uma pesquisa entre profissionais da indústria e levantou que 62 % dos empresários apontam que a Inteligência Artificial será a ferramenta que mais trará resultados para as vendas. Os algoritmos estão cada vez mais avançados e terão um papel significativo principalmente para quem vende online, monitorando as escolhas de seus clientes e recomendando produtos sob medida. Entretanto, esse radar só será plenamente aproveitado se houver uma curadoria com um olhar humano associado.Por exemplo, uma loja de roupas pode utilizar algoritmos para sugerir determinados itens para o consumidor, mas usar a expertise de uma personal stylist de carne e osso para fazer a seleção mais acertada e se relacionar com o consumidor.

De um lado, observamos que os consumidores atuais também são muito mais conscientes e querem que o planeta seja menos agredido – e têm optado por marcas que se preocupam com a redução da pegada de carbono, com a escolha de matérias-primas que favoreçam cadeias de pequenos produtores e outras demonstrações de consciência socioambiental. Mulheres também compram cada vez mais cosméticos e nesse mercado cresce a oferta de itens veganos e cruelty free. Por outro lado, a indulgência sempre esteve e continua em alta, o famoso “eu mereço”, criando oportunidades tanto em alimentos nos quais a prioridade é o sabor quanto no mercado de luxo.

Uma coisa é certa: não é possível buscar tudo ao mesmo tempo.  A questão que se coloca então é: que caminhos escolher?  Na visão da Step Stone é preciso antes de mais nada respeitar a visão, missão e valores da empresa, e jamais escolher algo que antagonize com a identidade corporativa.  É preciso também considerar a cultura empresarial – se permite maior propensão ao risco ou se é mais conservadora, preferindo passos mais seguros.  Outro fator a ser verificado é a coerência com o posicionamento das marcas.  Levando tudo isso em conta já é possível descartar o que não combina com seu negócio e afunilar as possíveis rotas.

A Step Stone encoraja seus clientes a fazer escolhas, a apostar e ir em frente de maneira consistente para atingir as metas traçadas.  Estamos prontos para suportá-los, sabendo que o desafio está não apenas na eleição dos caminhos mais adequados a sua estratégia, mas também em saber conceber, planejar e executar os planos de forma a alcançar os resultados almejadosConte conosco.


Katia Perlman
ConsultoraKátia Perlman

Clique aqui para se cadastrar e receber nossas publicações